Pregação do Evangélico

 evangelicalismo ou cristianismo evangélico é um movimento cristão, surgido no século XVII, depois da Reforma Protestante, tornando-se uma vertente organizada com o surgimento, dos metodistas entre os anglicanos, dos puritanos entre os calvinistas, ambos na Inglaterra e dos pietistas entre os luteranos na Alemanha e Escandinávia. O movimento tornou-se ainda mais significativo nos Estados Unidos durante o Grande Despertamento dos séculos XVIII e XIX, onde conseguiu muito mais membros do que na Europa. O movimento continua a atrair adeptos em nível mundial no século XXI, especialmente no mundo em desenvolvimento. É um movimento que reúne vários sub-movimentos, como Igrejas ReformadasIgreja BatistaPentecostalismoMovimento CarismáticoCristianismo não denominacional.

O evangelicalismo desenfatiza o ritual e enfatiza a piedade do indivíduo, exigindo-lhe que cumpra certos compromissos ativos, incluindo:

David Bebbington classificou estes quatro aspectos distintivos como conversionismobiblicismocrucicentrismo e ativismo, observando que “juntos, eles formam um quadrilátero de prioridades que é a base do evangelicalismo”.[2] Os protestantes evangélicos são diferentes dos protestantes de linha principal (mainlines). Os evangélicos possuem postura mais conservadora, contra o ecumenismo amplo, com maior enfase no evangelismo e posturas tradicionais contra o liberalismo teológico, ordenação feminina e casamento igualitário, enquanto que os protestantes tradicionais têm uma postura ecumênica, progressista, mais voltada para o trabalho social da igreja. No Brasil a ampla maioria dos protestantes são evangélicos.[3]

O cristianismo evangélico reúne diferentes movimentos de teologia evangélica, sendo as principais fundamentalismoconservadormoderadaliberal.[4][5] A adesão à doutrina da Igreja de crentes é uma característica comum da definição de uma igreja evangélica no sentido estrito. [6] [7] Durante a Reforma Protestante, os teólogos protestantes adotaram o termo como se referindo à “verdade do evangelho”. Martinho Lutero referiu-se à “evangelische Kirche” (“igreja evangélica”) para distinguir protestantes de católicos da Igreja

admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

Segunda vinda de Cristo

ter out 22 , 2019
Segunda vinda de Cristo, Segundo Advento ou Parúsia (do grego Παρουσία, “presença”) é um termo usualmente empregado com a significação religiosa de “volta gloriosa de Jesus Cristo, no fim dos tempos, para presidir o Juízo Final“, conforme creem as várias religiões cristãs e muçulmanas, inclusive sincréticas e esotéricas. As especificidades sobre o tema são definidas individualmente por cada religião ou expressão religiosa, conforme a sua […]

Você pode gostar